LIVROS

Entrevista clínica e psicoterapia de apoio

Isabel Leal

Índice:

Isabel Leal

INDÍCE

INTRODUÇÃO

I - A ENTREVISTA

1. Generalidades

2. Breve história da entrevista

3. Técnicas da entrevista

3.1. O questionamento

3.2. A reflexão

3.3. A reformulação

3.4. A clarificação

3.5. A confrontação

3.6. A auto-revelação

3.7. O silêncio

3.8. A exploração

3.9. A reestruturação

3.10. A interpretação

3.11. O humor

3.12. A generalização

3.13. A focagem

3.14. O ecoar

II - A ENTREVISTA PSICOLÓGICA

1. Generalidades

2. Classificação das entrevistas psicológicas

2.1. A entrevista de recolha de dados

2.2. As entrevistas de estudo de caso

2.3. As entrevistas de avaliação do estado mental

2.4. As entrevistas de pré e pós-teste

2.5. As entrevistas breves de avaliação

2.6. A entrevista de conclusão

2.7. A entrevista de investigação

3. Quadros teóricos de referência

3.1. A psicanálise

3.2. O existencial-humanismo

3.3. As teorias sistémicas

3.4. As teorias comportamentais-cognitivas

III - A ENTREVISTA CLÍNICA

1. Introdução

2. A psicologia clínica

2.1. A medição

2.2. Definições

2.3. O método clínico

2.4. O raciocínio clínico

3. Questões actuais da psicologia clínica

3.1. A relação cuidada

3.2. Psicologia clínica versus psicologia da saúde

3.3. Psicologia clínica, psiquiatria e psicoterapia

3.4. A psicologia clínica em Portugal

4. Pragmática da entrevista clínica

4.1. Condições externas facilitadoras da relação

4.1.1. O “setting”

4.1.2. O espaço

4.1.3. O tempo

4.1.4. O pedido

4.1.5. A marcação de uma primeira entrevista

4.2. Atitudes e comportamentos do psicólogo clínico

4.2.1. Neutralidade e abstinência

4.2.2. Comportamentos e respostas a situações tipo

4.2.2.1. Apresentação e expressão

4.2.2.2. Tratamento e cumprimentos

4.2.2.3. Níveis de permissividade

4.2.2.4. Reacção a descargas emocionais

4.2.2.5. Ofertas

4.2.2.6. Cartas, cassetes, telefonemas

4.2.2.7. Apontamentos

4.2.2.8. Interrupções

4.2.2.9. Honorários

5. Contextos de intervenção

5.1. A clínica privada e intervencionada

5.2. Os serviços de saúde

5.3. Os pedidos jurídico-legais

5.4. Os serviços educativos-pedagógicos

5.5. As instituições privadas de solidariedade social

5.6. Outros contextos emergentes de intervenção

IV - A PSICOTERAPIA DE APOIO

1. Psicoterapia. O que é?

2. Histórico

3. Definições e extensão das Psicoterapias de Apoio

4. Objectivos das P.A.

5. Técnica das P.A.

6. Indicações e limites

7. Questões éticas e deontológicas

8. O estabelecimento da relação

8.1. O início da P.A.

8.2. O contrato terapêutico

8.3. A aliança terapêutica

8.4. A escuta terapêutica

8.5. O padrão terapêutico

8.6. A supervisão

9. Desenvolvimento da psicoterapia

9.1. As crises

9.2. Solicitações dos clientes

9.3. Solicitações de familiares e amigos

9.4. Relações com outros técnicos

9.5. “Timing” de intervenção

9.6. Tipo de intervenção

9.7. Avaliação do efeito de uma intervenção

10. Questões da relação

10.1. As transferências

10.2. As resistências

10.3. A perlaboração

10.4. A contra-transferência

10.5. O acting-out

REFERÊNCIAS

ISBN:972-8400-14-4, Lisboa, p.194